Nesta terça-feira (06) os Policiais Civis catarinenses, sob coordenação do Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina – SINPOL-SC realizaram dois grandes Atos Públicos, um na cidades de Florianópolis e outro em Chapecó.

Em Florianópolis as passeatas passaram, pela região da ALESC, Tribunal de Justiça, Secretaria de Segurança Pública e Delegacia Geral.

Os policiais civis prepararão uma verdadeira “avalanche” contra o governo de Raimundo Colombo, apontando o mau uso do dinheiro público, em especial pela manutenção e ampliação das Secretarias de Desenvolvimento Regional – SDR’s.

Os eventos dão continuidade à mobilização da categoria contra o Descaso do governo estadual na questão salarial que vem afetando toda a estrutura da Polícia Civil catarinense. Com um alto índice de desligamentos a PCSC está encolhendo e envelhecendo, ficando a investigação criminal prejudicada, onde quem sofre é a sociedade!

Alguns Dados preocupantes:

– Desde 2007 a Polícia Civil perdeu quase 1.000 profissionais dos seus quadros;

– Atualmente a Polícia Civil atua com metade do efetivo ideal;

 – O efetivo atual (cerca de 3 mil policiais) é o mesmo de 30 anos atrás;

 – Os Policiais Civis Catarinenses recebem o PIOR salário entre as polícias civis do país!

 Nessa segunda-feira (05/08), Diretores do SINPOL-SC mantiveram contato com o presidente da Assembléia Legislativa, Joares Ponticelli, quando entregaram nota de esclarecimento sobre as condições da PCSC e as reivindicações da categoria.

Fonte: Policia Civil