O presidente da Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Gean Loureiro, deu entrada no centro cirúrgico do Hospital Marieta Konder Bornhausen em Itajaí na tarde desta quarta-feira e deve passar por seis horas de cirurgia. Ele quebrou os dois fêmures e o punho esquerdo no acidente de carro que sofreu na manhã desta quarta na BR-101.

Gean estava consciente e conversando quando entrou no centro cirúrgico, por volta das 15h. De acordo com a assessoria de comunicação da Fatma, Ana Bárbara Dias, o procedimento deve durar pelo menos seis horas.

O presidente estava em um carro da fundação com mais quatro pessoas quando se envolvel em uma batida com um caminhão na BR-101.perto do acesso ao Bairro Canhanduba. O grupo veio a Itajaí para participar do evento Aventura Pelos Mares do Mundo e retornava para Florianópolis.

Gean Loureiro viajava ao lado do motorista, Daniel Veneroso. Ambos ficaram presos nas ferragens. Daniel também fraturou um fêmur e está sendo operado. A cirurgia dele deve durar três horas.

O assessor Bruno Oliveira e o diretor de ecossistemas da Fatma, Alexandre Simioni, estavam no banco de trás do carro. Oliveira quebrou o nariz e Simioni teve cortes no rosto. Ele ainda passa por exames para eliminar a suspeita de uma fratura na perna.

Familiares de todas as vítimas vieram de Florianópolis para Itajaí para acompanhar o caso. Ana Bárbara contou que todos estão conversando e animados com a recuperação.

— O presidente chegou a me falar pra não desmarcar nenhuma reunião da semana que vem — contou ela rindo.

Gean Loureiro e Daniel Veneroso ficarão se recuperando em Itajaí após a cirurgia e ainda não foi levantada a possibilidade de uma transferência para a Capital. as famílias também permanecem na cidade.

O carro em que os quatro viajavam bateu contra um caminhão no km 125 da rodovia, sentido Sul, por volta das 11h40. Parte do veículo foi parar debaixo do caminhão, segundo os bombeiros.

Reportagem: Diario Catarinense