Os dois caixeiros que tentaram furtar os caixas eletrônicos do Banco do Brasil de Major Gercino, no Vale do Rio Tijucas, na madrugada da sexta-feira, dia 29, seguem presos provisoriamente na Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) em Florianópolis. Os dois foram presos em flagrante na manhã do sábado, dia 30, em meio a mata fechada na localidade Morro do Descanso. De acordo com o delegado da Deic, Luiz Carlos Goulart, Douglas Gabriel Tinelo Monteiro, que deu nome falso à polícia, e Gilson Gonçalves não falaram nada em depoimento e só devem falar em juízo. 

Douglas e Gilson devem permanecer na Deic até a segunda-feira, dia 1º de abril. Após devem ser encaminhados para a Central de Triagem do Estreito e conduzidos para o Presídio de Brusque. 

Durante a ação cinco homens tentaram assaltar uma agência no Centro da cidade. Houve troca de tiros e três assaltantes morreram no local. Douglas e Gilson fugiram para o mato e foram capturados pelo Bope.

Foto:  Daniel Conzi  /  Agencia RBS